A PSICOLOGIA DE MASSAS DO OLAVISMO

Atualizado: Mai 3

Este estudo, um futuro clássico, é uma contribuição única à compreensão de um dos fenômenos cruciais do nosso tempo - o olavismo. Para mim, o olavismo é a expressão da estrutura irracional do caráter do homem médio, cujas necessidades biológicas e primárias e cujos impulsos são reprimidos há milênios. Eu analiso cuidadosamente a função social dessa opressão e o papel decisivo que a família autoritária e a igreja desempenham.


Pouco depois de chegar à Virgínia, o nosso Rasputin, anunciou que havia descoberto uma forma de energia cultural que era liberada durante os “tweets” e anunciou o nascimento de uma nova ciência: a “olavonônia”.


Essa forma de energia foi chamada por ele de "olavone" (derivado de "olavo" e "aspone"), descrito por ele como de cor vaporwave, por meio de um microscópio e no céu, com um telescópio especial criado por ele, o “olavoscópio”.


Segundo o Rasputin da Virgínia, o “olavone” estava por todos os lados e era a mesma energia cultural que outros chamavam de Twitter. O Rasputin acreditava que, quando essa energia estancava ou diminuía, causava dominação cultural da esquerda, terraplanismo e globalismo.


Por isso, a partir de 2010, ele começou a desenvolver "acumuladores de olavone": caixas ou cápsulas que atuariam como bloqueadores de campos eletromagnéticos, permitindo que dentro do espaço se concentrasse a "energia olavônica".


A pessoa deveria entrar no acumulador, idealmente nua, e permanecer ali pelo maior tempo possível para obter benefícios que, segundo o Rasputin da Virgínia, incluíam curar o esquerdismo.


Então olavete, este texto é uma sátira, baseada em outro texto da BBC Brasil de 16/03/2019, sobre outro maluco da década de quarenta, que vocês nunca ouviram falar, chamando Wilhelm Reich.


Evidentemente que nosso Rasputin da Virgínia, intelectualmente e como figura histórica nunca chegará aos pés do outro maluco, mas mesmo assim, alguns poucos idiotas como vocês, acreditam nos cursos de filosofia e livros dele.


Estudem a vida de Wilhelm Reich, pois o modus operandi e a loucura dos dois são muito parecidos!


Não gostou? “Oh porra”, no seu dialeto!


Copyright © 2020 de Jair Lorenzetti Filho. Todos os direitos reservados. Este site ou qualquer parte dele não pode ser reproduzido ou usado de forma alguma sem autorização expressa, por escrito, do autor.

Copyright © 2020 de Jair Lorenzetti Filho. Todos os direitos reservados. Este site ou qualquer parte dele não pode ser reproduzido ou usado de forma alguma sem autorização expressa, por escrito, do autor.