BOLSOENFARO?

Atualizado: Abr 9

Característica daquilo que é tedioso, enfadonho ou monótono. Enfaro é sinônimo de: fastio, repugnância, tédio e enjoo.

Lula, seu PT e sua alfeire aprontaram bastante, independente de avanços sociais e econômicos que ocorreram globalmente e se refletiram quase que inercialmente no Brasil. São culpados por todos os seus crimes e principalmente pelo Jair Messias Bolsonaro ser presidente do Brasil.


Sem a indignação popular e a polarização perenemente utilizada em sua altiloquência, o delíquio "bolsolavismo" nunca teria ocorrido.


Juntamente com o desabono, em sua maioria merecido, da classe política brasileira, criou-se uma ambiente propício para o morubixaba dasbulhufas Bolsonaro se projetar.


Seu guru político é a figura estrambólica e peçonhenta de Olavo de Carvalho, um misterioso auto exilado nos Estados Unidos, que supostamente vive de cursos pela internet e royalties de seus livros farmacopolas. Ligado pessoalmente a ásteres da alt-right (do inglês alternative right) conhecida aqui no Brasil como Direita Alternativa.


Seus principais capatázios são seus três filhos do primeiro casamento (de três até o momento) e "olavetes": nada além de alunos do hipnotista fariseu Olavo de Carvalho. Seu campo de batalha são as redes sociais da internet, principalmente o Twitter, muito alinhado com a alt-right norte americana.


Seus feudatários são pessoas obtusas ou com interesse financial, um pequeno e rumoroso grupo, que atua nas redes sociais, com apoio de automação acessíveis e disponibilizadas para qualquer mequetrefe com conhecimentos parcos de Tecnologia de Informação.


Os objetivos do governo Bolsonaro, acaçapados por pequenas melhorias econômicas obtidas com liberalismo básico, são ditados pelo guru e pela alt-right norte americana.


Direita alternativa, também conhecida como alt-right (do inglês alternative right), refere-se à fração da extrema direita dos Estados Unidos e de alguns países europeus que se caracteriza pela rejeição do conservadorismo "clássico" e pela militância aguerrida nas redes sociais.


Ainda que não explicite oficialmente suas posições,a alt-right tem sido relacionada a ideias de supremacia branca, frequentemente sobrepostas a antissemitismo, neonazismo, nativismo, islamofobia, antifeminismo, homofobia, nacionalismo branco, populismo, e neorreacionarismo. Também tem sido associada aos múltiplos grupos nacionalistas, neomonarquistas, defensores dos direitos dos homens e aos organizadores da campanha presidencial Donald Trump, em 2016. Durante e após a eleição presidencial americana de 2016, o termo ganhou crescente difusão, gerando considerável controvérsia ​​na mídia.


A direita alternativa tem suas raízes em sites da Internet como 4chan e 8chan, onde membros anônimos criam e usam memes da Internet para se expressarem. É difícil dizer quanto do que as pessoas escrevem nesses locais é sério e quanto é destinado a provocar indignação. Os membros da direita alternativa usam sites como AltRight.com, Alternative Right, Twitter, Instagram, Tumblr, Facebook, Mises Brasil, Movimento Tea Party Breitbart e InfoWars para transmitirem sua mensagem. As publicações geralmente apoiam Donald Trump e se opõem à imigração, ao multiculturalismo e ao politicamente correto.


A direita alternativa também teve efeitos significativos no pensamento conservador. Um exemplo disto é a estratégia de Steve Sailer para vencer eleições, a chamada estratégia Sailer, que foi considerada como a chave da vitória de Trump nas eleições de 2016.


Várias figuras ligadas à direita alternativa participaram do círculo próximo do presidente Trump, dentre os quais Stephen Miller, Julia Hahn, Michael Flynn, Steve Bannon, estrategista-chefe da Casa Branca. Após a eleição de Trump, outros candidatos concorreram com o apoio da alt-right. Por outro lado, vários republicanos e conservadores, bem como diversos membros da conservadora Heritage Foundation condenaram a alt-right por seu racismo, antissemitismo e preconceitos.


Em 2016, Bannon descreveu a Breitbart como "uma plataforma para a direita alternativa", com o objetivo de promover a ideologia. Esse movimento social se calca em um relativismo moral, sendo que este é um dos principais motivos para que tenham se inspirado no nazismo. O movimento é isolacionista e se declara não intervencionista em política externa. Alguns de seus membros mostram simpatia por regimes políticos « anti-imperialistas » como o regime ba'athista sírio e o governo de Vladimir Putin na Rússia.


Evidentemente que o "bolsolavismo" não pode aplicar os conceitos estremes da Direita Alternativa no Brasil, como O Plínio Salgado também não o pode com o nazismo, optando por um fascismo caburé. Existe uma semelhança supina entre Plínio Salgado-Integralismo e Olavo de Carvalho-Bolsolavismo. Até o "modus operandi" é bastante parecido, inclusive na criação do Partido AIB (Ação Integralista Brasileira) com o APB (Aliança pelo Brasil). Evidentemente que qualquer comparação intelectual entre Plínio Salgado e Olavo de Carvalho é uma jocosidade. Olavo de Carvalho está para Plínio Salgado assim como uma calculadora de quatro funções está para a Inteligência Artificial. Plínio Salgado era um intelectual incongruente, já Olavo de Carvalho é um parodista sub-reptício da alt-right norte americana.


O bolsolavismo caminha para uma autocracia nepotista baseada na Pós-Verdade. Suas hostes virtuais estão em uma guerra continua contra o jornalismo imparcial, justamente os acusando do que os bolsolavistas realmente são.


Para o bolsolavismo qualquer contraditor deve ser destruído com falácias populachas peganhentas. Seguem a risca a filosofia de Maniqueu que concebia o mundo como uma fusão dualista, respectivamente do bem (bolsolavistas) e do mal (os opositores). Para politizar utilizam os termos direita e esquerda equivocadamente sob a perspectiva científica histórica, social e econômica.


Para pessoas sem precariedades o bolsolavismo é enfaroso.













Copyright © 2020 de Jair Lorenzetti Filho. Todos os direitos reservados. Este site ou qualquer parte dele não pode ser reproduzido ou usado de forma alguma sem autorização expressa, por escrito, do autor.

Copyright © 2020 de Jair Lorenzetti Filho. Todos os direitos reservados. Este site ou qualquer parte dele não pode ser reproduzido ou usado de forma alguma sem autorização expressa, por escrito, do autor.