O DESCASO CRIMINOSO DAS REDES SOCIAIS!

As redes sociais são o afeito colateral ruim dos ganhos que tivemos com a tecnologia nos últimos anos, principalmente relativos à internet.


Todas estas atrocidades cometidas por estes perfis anônimos disseminadores de Pós-Verdades, relacionados à Democracia Ciborgue, principalmente no Twitter, permanecem impunes naquela rede por mais que violem as regras e políticas da mesma e façamos denúncias. No máximo eles punem uma conta secundária pequena de algum anônimo e, muito raramente, dão um “gancho” de alguns dias num perfil anônimo com muitos seguidores.

Não a conheço pessoalmente e de fato, agora, mesmo que ela me procurasse eu não a atenderia, mas a CEO do Twitter no Brasil, a senhora Fiamma Zarife, com a qual tentei contato, sem sucesso por uma única vez, parece ser uma figura decorativa na hierarquia daquela empresa. Eu sou um CEO-Empreendedor-Influenciador que atingiu patamar profissional que ela não ainda não atingiu e não creio que irá. Mas o descaso com o qual ela e alguns C Levels abaixo dela, aqui do Twitter Brasil, receberam minhas reclamações diretamente, para mim é uma forte evidência da correlação de interesses do Twitter com estas milícias virtuais praticantes destas atrocidades.


Meu perfil no Twitter, após meus questionamentos quanto às práticas não éticas daquela rede passou a apresentar periodicamente problemas. Quanto ao fato de não ter a minha conta verifica, após uma série de respostas amadoras e descaso e observando casos análogos de perfis verificados (O Aliança Pelo Brasil, o partido, não existe até hoje e pediu verificação depois de mim), eu realmente desisti. Eu estou impossibilitado no “ads” do Twitter de promover minha conta para me popularizar na rede, inclusive hoje registrei nova queixa no PROCON hoje contra o Twitter Brasil. Então minha conta não cresce por não ter os mesmos recursos de uma conta verificada e também por não ter os mesmos recursos de uma conta comum. Isso para mim se chama perseguição.


Meus colegas de Partido Verde verificados, assim como meus colegas CEO verificados, colegas escritores verificados e colegas apresentadores de programas jornalísticos verificados não têm os mesmos problemas que eu. E atualmente eu exerço estas quatro atividades. E eu nem estou questionando meu currículo e premiações em relação a isso.


Ainda fui vítima de crimes virtuais cometidos por dois perfis anônimos de terroristas virtuais do Twitter:



Que deveriam estar identificados e banidos da rede há tempos, bem como cumprindo penas em reclusão se nossos políticos fossem sérios. Mas permanecem livres, leves e soltos com suas milícias e praticando atrocidades lá no Twitter. Um deles inclusive parece ser bastante íntimo e até fonte de um representante famoso do poder judiciário.

Além das dezenas de milhares de perfis anônimos secundários, muitos bots, que apoiam estes dois trolls, ainda existem as mídias alternativas de aluguel, também presentes no Twitter com seus perfis “oficiais” agindo em sincronia com os mesmos.


Estas mídias alternativas de aluguel, basicamente são disseminadoras de Pós-Verdade e Fake News, que tem um formato de jornalismo, mas não passam de ativistas políticos disfarçados. Estas empresas pegam as Fake News, calúnias, difamações, adulterações, montagens, fraudes e todos os tipos de crimes virtuais cometidos por estes anônimos e levam para seus websites, que estão integrados ao ads do Google para anúncios em diversos outros canais, bem como promovidos para aparecerem nos começos dos resultados das buscas, propagando ainda mais as Fake News dos trolls para outras redes.


Alguns exemplos:


  1. https://www.jornaldacidadeonline.com.br/tag/jair-lorenzetti-filho

  2. https://noticias.criticanacional.com.br/2020/07/20/prevent-senior-contesta-afirmacao-caluniosa-de-integrante-senior-do-mbl-sobre-uso-de-cloroquina/

  3. https://exibirgospel.com.br/2020/06/25/assessor-de-frota-ataca-cristaos-e-afirma-que-crentes-sao-pedofilos-criminosos-e-prostitutas/

  4. https://portalmaratimba.com.br/operadora-rebate-calunia-de-empresario-sobre-morte-por-cloroquina/

  5. https://www.movimentoconservador.com/operadora-rebate-calunia-de-empresario-ligado-ao-mbl/

  6. https://www.falapetrolina.com/tag/jair-lorenzetti-filho/

  7. https://presidentebolsonaro.com/crentes-sao-pedofilos-criminosos-e-prostitutas-diz-assessor-de-frota/

  8. https://fogocruzadodf.com.br/noticias/brasil/politica/2020/06/24/assessor-de-frota-ataca-cristaos-e-afirma-que-crentes-sao-pedofilos-criminosos-e-prostitutas/

O Google e Twitter praticam a mesma malandragem com estas Fake News de fontes e empresas não verificadas: Ambos ganham dinheiro com estas informações, mas não se responsabilizam por elas. Oras já que não podem controlar nem se responsabilizar pelos conteúdos então não deveria divulgar isto é simples!


Mas na prática tanto Twitter quanto Google vão sempre alegar que as áreas que controlam isso são nos EUA e os escritórios locais não têm como resolver. Ai ou você leva a ação para os EUA ou sai acionando uma a uma as empresas de Fake News e os perfis Anônimos que fazem a divulgação dentro de redes sociais privadas de alcances públicos.


Estas redes sociais estão brincando com nossas vidas e nossas informações pessoais e não se responsabilizam por isso.


É uma falha delas não identificar quem comete os crimes e deixar os conteúdos criminosos circularem e permanecerem em suas redes, transferindo para nós a responsabilidade de resolver os problemas que eles criaram para nós também.

Os executivos locais destas redes sociais deveriam ser responsabilizados, inclusive sofrendo conduções coercitivas para interrogatórios, por crimes ocorridos nas tecnologias que suas empresas comercializam e faturam muito.


Já que estas empresas, sobre pretexto de falsa liberdade de expressão, que na realidade é liberdade de praticar crimes impunemente, protegem o anonimato destas contas anônimas que geram altos retornos financeiros direta e indiretamente pata as mesmas.


No meu caso pessoal as Fake News criadas pelos trolls milicianos políticos, apontam uma séria de mentiras levianamente, sem que as pretensas empresas jornalistas fakes, tenham pelo menos me entrevistado para checar a veracidade das informações:


  1. Eu nunca fui assessor do Deputado Alexandre Frota, nem pessoalmente o conheci inclusive, tive somente alguns contatos pelas redes sociais sem nenhuma relação pessoal e ou de negócios.

  2. Eu não sou um empresário ligado ao MBL, muito pelo contrário sou do Partido Verde, tenho divergências profundas e críticas públicas ao MBL e certamente a grande maioria dos membros do MBL não gosta de mim, mesmo eu tendo alguns poucos amigos que foram ou ainda estão no MBL.

  3. No meu site, o texto sobre os crentes que eles atribuem a mim, é da Desciclopédia, inclusive consta antes do texto que o mesmo não é meu e sim da citada: https://desciclopedia.org/wiki/Crente.

  4. E ironicamente todas as ofensas que o jornalista fake fez levianamente a mim no texto são justamente relativas ao texto da Desciclopédia.

  5. Além disso, as matérias fakes usam textos e imagens do meu site sem autorização formal minha. Isso inclusive consta nos direitos autorais de meu site e eles devem me pagar pelo uso indevido dos textos e imagens também.

  6. Meu tio realmente morreu de COVID no hospital Sancta Maggiore da Prevent Senior, tratado com Hidroxiclorioquina no primeiro semestre deste ano, assim como uma tia minha também morreu de COVID no mesmo hospital algum tempo depois. Porém o anônimo miliciano https://twitter.com/_Leitadas_Loen, pegou um tweet meu pessoal, direcionado para um grupo de amigos pessoais e usou com um sentido fake, engajando dezenas de milhares de bots e anônimos num ataque virtual, fazendo apologia e gracejos ao perfil oficial da Prevent Senior no Twitter, que entrou na ação de vandalismo virtual, inclusive se referindo ao anônimo como “doutor Loen”. Milhares de anônimos brincaram com a morte de meu tio por algumas horas, com apoio de um incompetente que administrava o perfil da Prevent Senior na ocasião, o qual inclusive suspeito ser também um miliciano político, já que o CEO da empresa Prevent Senior havia se envolvido em polêmicas com o ministro da saúde, na época, sobre a eficácia da Cloroquina no tratamento do COVID. O fato é que minha opinião, a respeito da morte de meu tio, não é problema de milicianos anônimos nem tão pouco do administrador de perfil da Prevent Senior no Twitter, mas isso foi usado de modo distorcido pela mídia fake de aluguel. Minha advogada conversou com o responsável por comunicações da empresa, um ex assessor do Dória, quando prefeito, demitido pelo mesmo na ocasião, sem que a empresa fizesse uma retratação pública. Também enviei um oficio ao conselho de ética da mesma, composto entre outros pelos dos proprietários músicos de Heavy Metal sem sucesso da empresa, também sem retratação formal.

Mas o fato é que os danos morais e emocionais que eu sofri, mesmo que venham a ser retirados por força de lei pelo Google e Twitter e eu seja indenizado financeiramente pelas empresas após um processo, não compensam os transtornos causados. E é deixando esta gente fazer o que bem entende em suas redes, que o Twitter e o Google ganham dinheiro com nossas informações pessoais e nossas vidas.


Isto não pode continuar. Twitter, Google, Facebook e qualquer outra Big Tech que permita ações de grupos terroristas milicianos políticos em sua rede social. Elas deveriam ser criminalizadas e responsabilizadas, juntamente com os seus executivos.

Elas só querem os lucros destes grupos anônimos milicianos, mas não querem nenhuma responsabilidade pelo que eles fazem?


Estas empresas Big Techs, comparadas com suas predecessoras Oracle, Microsoft, SAP e IBM, entre outras, são verdadeiros parques de diversões de millennials que só cresceram economicamente.


Copyright © 2020 de Jair Lorenzetti Filho. Todos os direitos reservados. Este site ou qualquer parte dele não pode ser reproduzido ou usado de forma alguma sem autorização expressa, por escrito, dos autores.

Estocastico Logo Menor.png
M3D_Oficial.png
Titulo.png