O PRESIDENTE DO TWITTER?

Atualizado: Abr 9

Atualmente o desastre Jair Bolsonaro é presidente apenas do Twitter Brasil, pois na presidência do país ele é apenas um figurante.


No mundo real, excetuando os filhos, seu chefe Olavo, alguns olavetes amestrados e talvez a esposa, ele praticamente não tem nenhum apoio. Alguns jornalistas de aluguel, empresários capitalistas de compadrio, donos de igrejas, o Twitter Brasil e alguns outros poucos que conseguem lucrar algum dinheiro graças ao bolsonarismo apoiam ocasionalmente.


Nas ruas algumas pessoas do tipo que furam filas, dão fechadas no trânsito, xingam em público, maltratam gente trabalhando, frequentam igrejas empresas e outros poucos tipos de pessoas não civilizadas e / ou com QI na média limítrofe se declaram como bolsonaristas. Porém são cada vez menos.


Basicamente Jair Bolsonaro e os seus dois rebentos calvos precoces, os três comandados pelo remoto chefe de quadrilha Olavo, só comandam o Twitter Brasil.


Na rede social ele tem apoio de uma ampla maioria, composta por poucos perfis de seres vivos e uma legião infindável de perfis cibernéticos.


Porém mesmo estes, estão se retraindo e se articulando dentro de uma bolha, de onde evitam sair, apenas ficam levantando hashtags e assuntos do momento, pois estão bastante assustados com as possíveis penalizações penais que podem sofrer, por suas ações virtuais, no mundo real.


Bolsonaro e seus dois filhos mais barulhentos, seguem um método político da direita alternativa e Pós-Verdade, que fez sucesso comprovado em outros países. Porém os três são de uma incompetência tão evidenciada que, em casa dez lances acertam no máximo um.


Hoje basicamente a função do trio familiar presidencial é comandar o Twitter e seguir as tendências do mesmo, quando eles não as conseguem orquestrar.


A situação de Bolsonaro se agrava dia a dia, caminhando para um impeachment ou se ele tiver algum juízo, uma renúncia com acordão.


O establishment brasileiro, o mesmo que elegeu e comandou os demais presidentes e generais, fez os impeachments do Collor e da Dilma, além do golpe de 64 ainda não decidiram se é o momento certo.


A questão não é mais se, mas quando!

Copyright © 2020 de Jair Lorenzetti Filho. Todos os direitos reservados. Este site ou qualquer parte dele não pode ser reproduzido ou usado de forma alguma sem autorização expressa, por escrito, do autor.

Copyright © 2020 de Jair Lorenzetti Filho. Todos os direitos reservados. Este site ou qualquer parte dele não pode ser reproduzido ou usado de forma alguma sem autorização expressa, por escrito, do autor.