POLÍTICA QUÂNTICA: ATUAL!

A Tecnologia de Informação, através principalmente em dispositivos móveis, com acesso a internet, controla tudo ao seu respeito sem precisar saber seu nome e seu RG. Os sistemas operacionais dos celulares, tablets e demais dispositivos móveis, muito mais que os pobres Windows e Linux nos seus computadores, controlam você anytime, anything and anywhere.


Vamos falar sobre os acessos que você concede sabendo ou não em seu celular para IOS, Android e todos os aplicativos que você baixa nas stores de ambos.


Vocês conhecem o aplicativo Mano, da “IP.TV”, uma destas misteriosas empresas de tecnologia com aparentes “laços” com o nacional populismo da Democracia Ciborgue Brasileira.


Esse app, quando você resolve baixar requer acesso a:


1. Contatos: Uso de dados de seus contatos no celular.


2. Localização: Saber onde seu celular esta 24 horas por dia.


3. Fotos / Mídia / Arquivos: Pode acessar e gravar no seu celular todos os seus arquivos que estão na dentro dele e até na nuvem de dados.


4. Câmera: Pode ver sua câmera 24 horas por dia.


5. Microfone: Pode ouvir seu microfone 24 horas por dia.


6. ID do dispositivo / Informações de Chamada: Tem acesso ao número de seu celular, todos os códigos dele, se você está em chamada e com quem está falando.


7. Outras: Pode acionar e manipular outros apps.


Agora vamos conhecer um pouco sobre a empresa “IP.TV”:


https://theintercept.com/2020/06/15/app-empresa-tv-bolsonaro-aulas-online-pandemia/


https://www.uol.com.br/tilt/noticias/redacao/2019/04/11/app-mano-rede-social-bolsonaro.htm


https://www.tecmundo.com.br/internet/132690-saiba-app-bolsonaro-usa-fazer-videos-internet.htm


http://webdiario.com.br/noticia/30861/emidio-abre-representacao-contra-empresa-que

https://racismoambiental.net.br/2020/07/04/ministro-escolhido-por-bolsonaro-para-a-educacao-contratou-afiliada-da-tv-record-e-deixou-alunos-de-165-cidades-sem-aulas/

https://appsindicato.org.br/empresa-que-desenvolveu-o-aplicativo-aula-parana-e-alvo-de-denuncia/


https://www.al.sp.gov.br/noticia/?24/06/2020/app-de-aulas-remotas-nao-protege-dados-pessoais-de-estudantes-e-professores


E se quiserem olhar no Bing (bem mais seguro que o Google) podem conhecer muito mais a respeito da tal empresa “IP.TV”.


Se depois de ler tudo isso, você ainda acredita que não estão lhe manipulando e modulando desista da leitura por aqui. E recomendo não baixar o “mano”.


O fato é que no sul do Brasil, existem diversas empresas “misteriosas” de Tecnologia de Informação, que prestam serviços públicos, fazem games, fazem marketing digital e outras atividades “nada a ver” trabalhando para a Democracia Ciborgue.


Quando o Meliante Virtual Anônimo Let’s Dex, “quase funcionário” do Twitter, me envolveu em um de seus “doxing” de cache de Google, eu fui acessado previamente tanto no meu site www.estocastico.net, quanto no meu LinkedIn Gold Premium (por funcionários de uma empresa), pelo IP pertencente (localizado usando Geo Trace) a uma destas misteriosas empresas, no caso essa de um grotão do Paraná, que teoricamente desenvolvia games, sistemas públicos e marketing digital.


Essa empresa, na época, nem tinha um website próprio (deve ter sido montado as pressas para as eleições 2018). Inclusive um de seus funcionários, do LinkedIn, apontava neste seu perfil no Twitter e adivinhe quem ele seguia? O Meliante Virtual Anônimo Let’s Dex. Para o azar deles meu LinkedIn além de Gold Premium é fechado apenas para meus contatos e ainda consigo saber todos que tentaram “olhar” meu perfil, como o “empresário dos sorvetes” Otavio Fakhoury e o “mecânico baiano australiano” Kim Paim.


No lugar do Website institucional, a empresa possuía a solução Mattermost (uma alternativa barata ao Microsoft Teams e Slack), exatamente a mesma utilizada pelo pessoal do Movimento 5 Estrelas da Itália, administrado por Luca Morisi, chamado de “a besta”. Segundo o próprio Matteo Salvini: “Eu não sou especialista em tecnologias digitais, mas entendi que se trata de um sistema que gere conjuntamente redes sociais e listas de discussão, analisando constantemente o conteúdo de maior sucesso, o tipo de usuários que interagiram e de que maneira eles têm feito isso, o que lhes permite refinar a propaganda, calibrando as mensagens de acordo com as oscilações e mudanças no humor político”.


Basicamente “a besta” é utiliza o Mattermost para integrar os “gabinetes virtuais” dos MAV italianos entre si, organizando as ações de modo “privado e seguro”, também para administrar perfis MAV “oficiais” com automações conectadas as API do Twitter. Outra utilização da “besta” é turbinar perfis de “milicianos reais”, que aceitam digitar seu usuário e senha do Twitter lá e ter o poder de um “bot” sem de fato o ser. A Besta foi desenvolvida sobre o Mattermost e integra diversas “soluções” externas através das “API” de outros aplicativos como o Twitter, ferramentas de marketing digital e até Inteligência Artificial.


É imprescindível a “existência” de MAVs reais, mas com poder de bots, para desacreditar as pessoas que apontam o funcionamento manipulado e modulado da Democracia Ciborgue. Por estas razões que os resignados, raivosos e medrosos “comuns” do Twitter acham que o negócio dos “robôs” é mentira e ficam fazendo as tradicionais piadinhas “chulas” com o tema.


Então é importante entender que todos que utilizam redes sociais são “etiquetados” por elas e colocados em grupos de perfis denominados “bolhas de filtragem”. Estes grupos são colocados em “câmeras de eco” na TL personalizada, para interagirem entre si. Em seguida as redes sociais (como o próprio Google) vão modulando estes grupos, trazendo informações e “e-commerce” que os interessam (aquilo que eles querem ouvir) dentro de sua bolha. Isso se dá basicamente pelo uso de algoritmos e Inteligência Artificial. Vocês são funcionários das redes sociais e ao mesmo tempo os produtos que elas “comercializam” com quem paga por vocês.


A Democracia Ciborgue, utiliza este ambiente pronto das redes sociais, apoiada por ferramentas de Tecnologia de Informação, manipulando e modulando suas “legiões” virtuais na constante guerra da Pós-Verdade. É a partir disso que as “Fake News”, Informações mal intencionadas e desinformações são usadas por eles e disseminadas nas redes sociais. Isso apenas para manipular e modular pessoas comuns, resignadas, raivosas e medrosas, sobre os perigos do liberalismo / progressismo para o “mundinho” destes. Estas pessoas acabam confundindo a liberdade de expressão virtual com a liberdade de excreção virtual da Democracia Ciborgue. “Ora porra”!


Finalmente chegamos à Política Quântica.


A Democracia Ciborgue propõe a instauração de uma democracia direta eletrônica que tomaria o lugar do “velho” sistema representativo. Com isso só o executivo seria necessário, ao passo que o legislativo e até o judiciário seriam apenas meras convenções a serem cumpridas seguindo as ordens do “povo”. É a Política Quântica.


As pessoas manipuladas e moduladas por algoritmos e inteligências artificiais são “soberanas” e comandam “tudo”. A única coisa que não contaram para elas é que são apenas “birutas” de aeroporto seguindo a direção que os ventos algorítmicos soprarem. Isso se baseia na máxima “take back control” (retome o controle), que se vale de num instinto primitivo humano. A Política Quântica, dos Arquitetos do Ódio, fazem os grupos destas bolhas terem a sensação que “estão no comando”, de maneira muito parecida como ocorrem nas igrejas empresas e com pastores “CEO“ brasileiros como da Igreja Universal e outras. Seus “acionistas majoritários” têm até com fortunas apontadas na Forbes. Os fieis acham que estão no comando, sendo os virtuosos do “bem”, independente dos comportamentos e ações deles e de seus líderes. E ainda pagam por isso mesmo sem poder.


A Política Quântica identifica onde estão os resignados, raivosos e medrosos em relação ao mundo real, os manipula e modula para defenderem e elegerem seus políticos e investidores ocultos. E universos como os “gamers” e religiosos fanáticos são a “oficina do diabo” para esta gente da Democracia Ciborgue. Basta apenas saber despertar as paixões destas pessoas e as arrebanhar virtualmente.


O fato é que as pessoas comuns são vítimas perfeitas para esta manipulação quântica feita por ferramentas avançadas de IA as quais elas nem imaginam a existência e muito menos como funcionam.


Na física quântica sabemos que os átomos podem ser subdivididos e que eles contêm partículas cujo comportamento é extremamente imprevisível. Estas partículas se movem ao sabor do acaso e têm uma identidade tão frágil que o simples fato de serem observadas, modifica seus comportamentos. A Física quântica é cheia de paradoxos e fenômenos que desafiam a racionalidade científica atual. Revela um mundo onde nada é estável e uma realidade objetiva pode nem existir. Cada observador a modifica na perspectiva de seu ponto de vista e interesses pessoais. Dentro deste mundo várias realidades contraditórias existem sem que se invalidem. Esta analogia define a Política Quântica.


A Democracia Ciborgue apenas manipula e modula estas “partículas” dando as mesmas a ilusão de racionalidade. Deste modo fazem conteúdos sobre medida para cada uma das “partículas” de maneira que elas sejam moduladas ao redor do “interesse” e “realidades” comuns entre estas, seus políticos e investidores. Basta ver, por exemplo, os currículos e as vidas pessoas de Trump e Bolsonaro, e comparar com os valores que seus apoiadores declaram ter. E não obstante comparar as ações nas redes sociais dos apoiadores de ambos com os mesmos valores que proclamam. É a velha história do pastor casado que tem aventuras extras conjugais com as “fiéis” (às vezes também casadas) e depois “reza a missa” com junto com todas elas (e os maridos destas).


É por isso que um bilionário como o Trump, com um currículo para lá de enrolado nos negócios e vida pessoal, vira porta voz da cólera dos desvalidos. Do mesmo modo como nosso Bolsonaro, com uma vida pessoal bastante peculiar, também acaba idolatrado pelos “patriotas, família, cristãos e conservadores”. A Política Quântica é formada pelas contradições constantes.


A desordem é a única coisa em comum na Política Quântica, a Democracia Ciborgue não pretende mudar isso, pelo contrário, quer apenas usar, manipulando e modulando os “fiéis” com Pós-Verdades, atacando tudo que não é “instável”, para através de algoritmos de inteligências artificiais, reinarem sobre este caos.


É uma arquitetura política social baseada no ódio coletivo, que canaliza o mesmo ao seu favor.


Nada mais é que nova versão do nazismo, fascismo, socialismo e outros do século passado, atualizada para manipulações e modulações digitais das pessoas, através da tecnologia de informação.

Copyright © 2020 de Jair Lorenzetti Filho. Todos os direitos reservados. Este site ou qualquer parte dele não pode ser reproduzido ou usado de forma alguma sem autorização expressa, por escrito, do autor.

Copyright © 2020 de Jair Lorenzetti Filho. Todos os direitos reservados. Este site ou qualquer parte dele não pode ser reproduzido ou usado de forma alguma sem autorização expressa, por escrito, do autor.