TRUMP ERA A APENAS A PONTA DO ICEBERG

Muita gente, inclusive eu, ficou extremamente feliz com a exclusão de Donald Trump das redes sociais, mas isso não muda praticamente nada.


Estas redes sociais que baniram um Trump derrotado, há poucos dias do final do mandato e após a patética tentativa de golpe de estado, por parte de seus “cachorros loucos”. Porém apenas foi excluído o ex ator principal, em desgraça, mas o restante do elenco continua todo nas redes sociais, inclusive inúmeros coadjuvantes que aspiram ser os atores principais.


Basicamente as redes sociais chutaram uma hiena morta.


Eu já disse que não há altruísmo algum por parte das redes sociais neste jogo de cena. São apenas negócios. Trump é um projeto já encerrado que, durante meia década, trouxe muito retorno para estas redes sociais, porém agora ele não tem mais nenhuma serventia para elas, pelo contrário seria um problema.


O ex protagonista, agora um “loser”, que foi “fired” do “reality show” da política norte-americana, levou um “pé nos fundilhos” de seus antigos apoiadores.


Porém toda a base da Democracia Ciborgue (Democracia Virtual) da extrema direita protofascista e neonazista, encontra-se intocada e articulada, nas redes sociais, apenas esperando um novo protagonista.


É por esta razão que não podemos baixar a guarda contra estes sectários tanto de extrema direita quanto os de extrema esquerda, que no fundo são a mesma coisa: ditadores marionetes, com patrocínio de uma oligarquia globalista totalitária, que se navega as bolsas de valores de todo o planeta, apenas manipulando, modulando e ganhando muito dinheiro especulativo, com as cartas já marcadas através das mesmas redes sociais.


O problema das redes sociais, Pós-Verdade, Fake News, Manipulação e Modulação Digital continuam exatamente como eram, mesmo sem o caudilho Trump estrelando o filme.